Azul vai operar em oito novas cidades no Rio Grande do Sul a partir de maio

Azul vai operar em oito novas cidades no Rio Grande do Sul a partir de maio

13 de fevereiro de 2021 0 Por fredericoantunes

Anúncio foi feito em encontro entre o governador do estado, Eduardo Leite, o presidente da Frente Parlamentar da Aviação, Frederico Antunes e representantes da Azul nas instalações da companhia em Barueri (SP)

As cidades gaúchas de Bagé, Sant’Ana do Livramento, São Borja, Santa Cruz do Sul, Canela, Vacaria, Santa Rosa e Erechim são as novas bases de operação da Azul no país. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (11) em encontro entre o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e o presidente e representantes da Azul nas instalações da companhia em São Paulo. As vendas de passagem para os oito novos destinos da empresa estão planejadas para março e as operações para maio de 2021.

Com as cidades que serão conectadas à malha da Azul, o Rio Grande do Sul passará a ter 15 destinos servidos, número recorde e sem precedentes na história do estado há pelo menos 60 anos. Todos os voos terão ligação com a capital Porto Alegre e serão cumpridos com as aeronaves Cessna Gran Caravan, de nove assentos, da Azul Conecta, empresa subregional da Azul. A inclusão das novas operações fará com que a Azul tenha, em média, 54 decolagens diárias a partir do estado, sendo 12 delas realizadas pela Azul Conecta.

“De uma só vez, a Azul passa a atender oito novos destinos no Rio Grande do Sul. É um grande marco na história do estado e da nossa empresa e reforça a promoção do turismo e do desenvolvimento da economia em todas as regiões do estado. Estamos felizes e ansiosos para iniciar essa operação e oferecer a opção do transporte aéreo para mais cidades do interior do Rio Grande do Sul. Cada novo voo mexe com todo o dinamismo turístico e econômico do estado e temos certeza de que essas novas operações colocarão as oito cidades em um outro patamar, sendo conectadas com todas as regiões do Brasil e do mundo por meio da nossa malha”, celebra John Rodgerson, presidente da Azul.

“A logística é fundamental para o desenvolvimento de um Estado e por isso fizemos esse investimento, através dessa política fiscal para a aviação regional e de todo o esforço que temos feito no sentido de reestruturar as contas públicas e retomar a capacidade de investimento, para, assim, poder cumprir com a nossa missão de tornar a vida de todos os gaúchos melhor”, afirmou Leite.

“É a concretização de um sonho, resultado de um trabalho conjunto da Frente da Parlamentar da Aviação. Com esse anúncio do presidente Rodgerson, o Rio Grande do Sul passará a contar com 15 destinos servidos pela Azul Linhas Aéreas. Nunca na história da aviação em nosso Estado, tivemos tantos destinos atendidos de uma vez só”, disse Frederico Antunes, deputado estadual e presidente da frente parlamentar da aviação.

Canela contará com um voo diário para Porto Alegre, enquanto Erechim, Santa Rosa, Santa Cruz do Sul, Bagé e São Borja receberão quatro operações semanais. Neste início das ligações com a capital gaúcha, Vacaria e Livramento terão a opção do modal aéreo três vezes por semana.

Mas antes mesmo do anúncio das novas bases, a Azul já liderava a operação no Rio Grande do Sul. A companhia manteve sua operação na capital Porto Alegre durante a pandemia e reiniciou os voos em Pelotas e Santa Maria em dezembro do ano passado. Em fevereiro deste ano foi a vez de Uruguaiana, Santo Ângelo e Caxias do Sul voltarem a receber aeronaves da companhia. O último a ser reaberto será o aeroporto de Passo Fundo, que passa por obras de melhoria estrutural. A previsão da companhia é de retomar as ligações com Campinas em 12 de maio.

Azul

A Azul é a maior companhia aérea do Brasil em número de voos e cidades atendidas, tendo aproximadamente 700 voos diários para mais de 110 destinos. Com uma frota operacional em torno de 140 aeronaves e mais de 9.500 funcionários, a Companhia possui 203 rotas em 31 de dezembro de 2020. Em 2019, a Azul conquistou o prêmio de melhor companhia aérea da América Latina pelo TripAdvisor Travelers’ Choice e também foi classificada como a melhor companhia aérea regional da América do Sul pelo nono ano consecutivo pela Skytrax. Adicionalmente, em 2019, a Azul ficou entre as dez primeiras companhias aéreas de baixo custo mais pontuais do mundo, de acordo com a OAG.