REABERTURA DAS FRONTEIRAS TERRESTRES ENTRE BRASIL, ARGENTINA E URUGUAI OCORRE NO PRÓXIMO SÁBADO

REABERTURA DAS FRONTEIRAS TERRESTRES ENTRE BRASIL, ARGENTINA E URUGUAI OCORRE NO PRÓXIMO SÁBADO

15 de Dezembro de 2021 0 Por fredericoantunes


Notícia repercute em Buenos Aires e turistas já se preparam para vir ao Brasil

A tão esperada reabertura das Fronteiras Terrestres entre o Brasil, Argentina e Uruguai já tem data para acontecer. Marcada para o próximo sábado (11/12), a reabertura é fruto das reuniões que ocorreram na última semana durante a Feira Internacional de Turismo da América Latina (FIT Argentina), entre o líder do governo do RS, deputado Frederico Antunes, o secretário estadual de Turismo, Ronaldo Santini e os deputados Luís Augusto Lara e Luiz Fernando Mainardi e o Embaixador da Argentina no Brasil, Daniel Scioli, com os ministros do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni, da Casa Civil, Ciro Nogueira e o deputado federal Covatti Filho. Na ocasião, os gestores públicos solicitaram aos ministros que o Brasil autorizasse o mais rápido possível a reabertura terrestre e marítima das fronteiras do Brasil, em especial, com a Argentina e o Uruguai.

O deputado Frederico Antunes comemora e enfatiza que “a reabertura terrestre das fronteiras trará além de uma reciprocidade entre Brasil, Argentina e Uruguai, o reaquecimento do turismo de compras e local junto às cidades fronteiriças do Rio Grande do Sul”. Isso porque, até então, somente os brasileiros podiam ingressar na Argentina e no Uruguai por via terrestre, o que não acontecia com os mesmos para ingressarem no Brasil. Cenário este que vai mudar no próximo sábado, dia 11 de dezembro.

As exigências para a entrada no Brasil por via terrestre serão o Certificado de Vacinação Contra Covid-19 bem como o teste negativo do tipo RT-PCR, conforme a Portaria Interministerial nº 661, de 8 de dezembro de 2021. O secretário estadual de Turismo, Ronaldo Santini, classifica a reabertura por via terrestre como “uma vitória para o Turismo”. Santini aponta que “a reabertura vai aumentar o fluxo de turistas no Rio Grande do Sul e por consequência vai impulsionar a economia em toda cadeia do turismo”.