FREDERICO ANTUNES PARTICIPA DE SEMINÁRIO INTERNACIONAL DOS FREE SHOPS PROMOVIDO POR BRASIL E URUGUAI

FREDERICO ANTUNES PARTICIPA DE SEMINÁRIO INTERNACIONAL DOS FREE SHOPS PROMOVIDO POR BRASIL E URUGUAI

25 de November de 2020 0 By fredericoantunes


RS lidera o ranking de lojas francas brasileiras com 11 unidades e tem previsto mais 6 em 2021

A Fronteira é hoje – FREE
FREE SHOPS: Aprendizados e Oportunidades Pós COVID-19. Este foi o tema central do seminário realizado em ambiente virtual, nesta terça-feira (24), que teve a participação do Deputado Frederico Antunes como um dos palestrantes, na qualidade de
presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Free Shops, na Assembleia Legislativa do RS. Promovido pela Associação Sul América de Lojas Francas (ASUTIL) e pela Câmara de Empresários dos Free Shops do Uruguai, o encontro reuniu autoridades brasileiras e uruguaias, empresários e operadores do setor, para a análise do cenário atual, o debate sobre a revisão das regras, atualização das demandas encaminhadas e projeções para o futuro.

Com 11 lojas francas já em operação no Rio Grande do Sul, nas cidades de Uruguaiana, Jaguarāo, Barra do Quarai, Porto Xavier e Porto Mauá, o Estado lidera o ranking brasileiro no número de lojas francas nas cidades gêmeas de fronteira e espera abrir mais seis free shops em 2021, em Uruguaiana, São Borja, Quaraí e Barra do Quaraí.

O Deputado Frederico Antunes falou sobre o expectativa para as abertura dos novos players e o impacto no desenvolvimento econômico nas cidades de Fronteira, a partir dos investimentos em Free Shops.

“Já podemos ver na prática a atração de novos negócios e serviços nas cidades. Como por exemplo, a Rede Accor está construindo em Uruguaiana um Hotel Ibis, que será o primeiro com bandeira internacional no município com o maior número de Free Shops no Brasil. Além disso, a Azul Linhas Aéreas anunciou ontem a retomada da rota para Uruguaiana e deverá divulgar nos próximos dias o volta dos voos para Rivera, São Borja e também as ligações com outras cidades de outros estados fronteiriços”, disse Frederico.

De julho de 2019 à novembro deste ano, os free shops brasileiros registaram 272 mil operações de vendas, contra 22 mil no Uruguai, quase 3 mil na Argentina e 57 no Paraguai.

O Deputado também atualizou aos participantes do seminário, a tramitação das demandas dos operadores que já possuem lojas ou estão em prospecção, encaminhadas pela Frente Parlamentar ao Ministério da Economia, à Receita Federal e ao SERPRO.

Nos documentos, constam o pedido de aumento da cota individual de compras de 300 dólares ao mês, para 500 dólares. A solicitação já foi aprovada pela área técnica da Receita Federal e aguarda a manifestação do Ministério da Fazenda até o próximo mês. Outro pedido, diz respeito à autorização para a transferência de mercadorias entre lojas do mesmo operador, que está sob análise da Receita Federal. E ainda para o SERPRO, a revisão do custo de utilização e melhoria na qualidade do serviço de transferência de dados. Já foi acertado um novo modelo de negócios entre o SERPRO e os operadores, sob a gestão da ASUTIL. Os novos valores entrarão
em vigor em janeiro de 2021 e também já há definição que os produtos poderão ser comercializados na moeda real.

“Acredito que podemos definir o nosso trabalho em defesa dos Free Shops, principalmente neste ano tão desafiador, em três palavras: resiliência, união e perseverança, além de muito trabalho”, resumiu o presidente da Frente Parlamentar ao final da sua apresentação.

Também participaram do Seminário, Carlos Keel, Secretário Geral da Câmara de Free Shops do Uruguai; José Luís Donagaray, Secretário Geral da ASUTIL; Oscar Bentacur, sócio administrador da Via Balcão; Telmo Freitas, Chefe da Administração Aduaneira da Receita Federal do Brasil; André Medelson, presidente da CEFSU e empresários do setor.